Decreto de Situação de Emergência pela estiagem de Machadinho é homologado

Data: 14/04/2020

O município de Machadinho teve o Decreto de Situação de Emergência pela estiagem assinado no dia 20 de março pelo Prefeito Alcir Grison homologado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, conforme publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira, dia 14 de abril, juntamente com outros oito municípios do Rio Grande do Sul Benjamin Constant do Sul, Boa Vista do Cadeado, Eugênio de Castro, Itaara, Itacurubi, Paraí, Saldanha Marinho e São José do Ouro.

Com isso, sobe para 163 o número de cidades gaúchas com o estado de emergência reconhecido pelo governo federal. Até a tarde de segunda-feira (13), 275 já tinham emitido decreto, segundo balanço da Defesa Civil Estadual. 

Até agora, no entanto, a liberação de recursos ainda é baixa. Santa Margarida do Sul, por exemplo, recebeu R$ 64,8 mil na segunda-feira:

Os prejuízos com a estiagem em Machadinho ultrapassam R$ 20 milhões, segundo a estimativa da Secretaria Municipal de Agricultura e da Emater. A seca afetou principalmente as lavouras nas culturas do milho, soja e na produção da bacia leiteira, pecuária de corte e feijão, conforme demonstrado em laudos técnicos.

A Prefeitura de Machadinho vem disponibilizando por meio de um caminhão pipa água para as propriedades do interior para dos animais, além disso, máquinas são utilizadas para limpeza e abertura de fontes de água e limpeza de açudes no município. 

O decreto homologado reconhece a situação de emergência no município, que agora com a elaboração de um plano de trabalho buscará recursos para amenizar os prejuízos. Além disso, com a homologação, os produtores podem solicitar a quitação de empréstimos e financiamentos de cunho agrícola e/ou qualquer tipo de cultura ou meio de sustento.

Gallery_big_c2ec8ba28f55f423b3da42c8f405b5e3
noticia homologação decreto estiagem.jpg